Câncer Emagrecer e Perder Peso

Câncer De Mama: Sintomas, Tratamentos, Causas e Cura

Câncer De Mama: Sintomas, Tratamentos, Causas e Cura

O câncer de mama é o câncer mais comum entre as mulheres brasileiras, é relativamente raro antes dos 35 anos de idade, mas sua incidência vem crescendo progressivamente, especialmente após os 50 anos de idade.

Estatísticas indicam o aumento de incidências dessa doença em países desenvolvidos e em desenvolvimento.

Existem vários tipos de câncer, alguns evoluem de forma rápida e outros são mais fáceis de serem tratados.

Neste artigo você vai entender melhor o câncer de mama.

O QUE É CÂNCER DE MAMA?

câncer-de-mama-autoexame

O câncer de mama ou cancro da mama é um tumor que se desenvolve nas células da mama.

É o tipo mais frequente em mulheres e pode acometer homens também, mas é muito raro.

Ocorre um crescimento desordenado das células, tanto do ducto mamário quanto dos glóbulos mamários.

Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) 1,38 milhões de novos casos e 458 mil mortes são registrados anualmente em todo o mundo.

Existem vários tipos de câncer de mama e para serem diagnosticados são levados em conta alguns fatores:

  • se o tumor é ou não invasivo
  • seu tipo histológico
  • avaliação imunoistoquímica
  • estádio (extensão do tumor)

QUAIS SÃO AS CAUSAS DO CÂNCER DE MAMA?

câncer-mama-diagnóstico

Eis o “x” da questão. Pois não é possível mensurar quais fatores exatos contribuíram para o desenvolvimento da doença.

Para poder fazer um levantamento das possíveis causas devemos analisar os fatores de risco que podem ou não contribuir para o surgimento da doença.

Mas de forma geral, os principais fatores de risco que podem contribuir para o aparecimento da doença são:

⦁ Ser mulher;

⦁ Histórico familiar;

⦁ Menarca precoce;

⦁ Predisposição genética hereditária;

⦁ Idade avançada;

⦁ Menopausa tardia;

⦁ Radioterapia prévia na região do tórax;

⦁ Mamas densas;

⦁ Obesidade;

⦁ Sedentarismo;

⦁ Alcoolismo;

⦁ Tabagismo;

⦁ Uso de terapia de reposição hormonal;

⦁ Colesterol alto;

⦁ Ausência de gravidez;

A CURA PODE ESTAR A UM PASSO DO SEU CLIQUE

Como Vencer o Câncer de mama

CLIQUE AQUI e te Explico como Tratar o Câncer de mama

TIPOS DE CÂNCER DE MAMA

câncer-de-mama-auto-exame

Alguns dos tipos de câncer de mama existentes são raros e a mulher pode desenvolver a mistura de tipos de câncer de mama diferentes.

⦁ Carcinoma Ductal in situ: também é conhecido como carcinoma intraductal.

É considerado um câncer de mama pré-invasivo ou câncer não invasivo.

A diferença entre ele e o câncer invasivo é que as células não se espalharam pelos ductos mamários. Na maioria dos casos a paciente pode ser curada desse câncer.

⦁ Carcinoma Lobular in situ: nesse caso as células se parecem com as células cancerosas que crescem nos lobos das glândulas produtoras de leite, mas não se desenvolvem através das paredes dos lobos.

⦁ Carcinoma Ductal Invasivo: o mais comum dos tipos de câncer que atingem mulheres.

Ele se inicia no duto de leite, rompe a parede do duto e cresce no tecido adiposo da mama, podendo se espalhar por outras partes do corpo através do sistema linfático e da circulação sanguínea.

⦁ Carcinoma Lubular Invasivo: esse câncer se origina nos lobos (glândulas produtoras de leite) e podem se espalhar para outras partes do corpo como o carcinoma Ductal Invasivo e é mais difícil de ser detectado na mamografia.

Tipos menos comuns de câncer:

⦁ Câncer de mama Inflamatório;

⦁ Câncer de mama triplo-negativo;

⦁ Doença de Paget;

⦁ Tumor filoide;

⦁ Angiosarcoma;

Além desses, ainda existem subtipos de câncer de mama. São eles:

⦁ Carcinoma cístico adenoide;

⦁ Carcinoma metaplásico;

⦁ Carcinoma medular;

⦁ Carcinoma mucinoso;

⦁ Carcinoma papilífero;

⦁ Carcinoma tubular;

SINTOMAS DO CÂNCER DE MAMA

câncer-mama-simomas

Em algumas mulheres o câncer de mama pode ser assintomático (sem sintomas), mas na maioria dos casos as mulheres percebem algumas alterações em suas mamas.

Os sintomas podem variar e se confundirem com outras doenças, pois existe um tipo de câncer que se manifesta de maneira bem parecida com a mastite.

Os Sintomas podem ser:

⦁ Nódulo único endurecido;

⦁ Abaulamento de uma parte da mama;

⦁ Edema (inchaço) da pele;

⦁ Eritema (vermelhidão) na pele;

⦁ Inversão de mamilo;

⦁ Sensação de massa ou nódulo em uma das mamas;

⦁ Sensação de nódulo aumentado na axila;

⦁ Espessamento ou retração da pele ou do mamilo;

⦁ Secreção sanguinolenta ou serosa pelos mamilos;

⦁ Inchaço do braço;

⦁ Dor na mama ou mamilo.

DIAGNÓSTICO

câncer-de-mama-tumor

O diagnóstico do câncer de mama é confirmado após o resultado de uma biópsia feita da área onde foi percebido alteração, através de exame físico e/ou mamografia.

A análise é feita por um patologista que vai dar o laudo.

Outros exames que também podem ser solicitado para a investigação diagnóstica é a ultrassom das mamas e ressonância magnética.

A partir do momento em que a mulher percebe que há mudanças em suas mamas ela precisa, o quanto antes, procurar um médico para poder verificar se há algum problema, principalmente se ela tiver algum fator de risco.

Caso a mulher sinta alguma nova alteração na mama ela deve procurar por um ginecologista (de preferência que já a conhece) ou um mastologista e quando for à consulta levar seus exames de mamografia (caso já tenha feito).

Em casos onde a mulher tem parentes de primeiro grau que já tiveram câncer de mama ou ovário antes dos 50 anos, ou com histórico de homem com câncer de mama na família, deve-se procurar um ginecologista e/ou oncogeneticista.

Para casos em que a mulher foi diagnosticada recentemente com câncer de mama, ela deve procurar por um mastologista, um cirurgião oncológico ou um oncologista clínico para ser orientado o devido tratamento para o tipo de câncer que for detectado.

TRATAMENTO DO CÂNCER DE MAMA

indícios-do-dna-tratamento-do-câncer-de-mama

Os tratamentos para o câncer de mama podem ser classificados em 3 tipos: terapia local, terapia sistêmica e terapia adjuvante e neoadjuvante.

Terapia local: é o tratamento que tem como objetivo tratar do tumor no local, sem afetar o resto do corpo. Exemplos disso são a cirurgia e a radiologia.

Terapia sistêmica: é o tratamento feito com medicamentos que são aplicados via oral ou na circulação sanguínea para combater as células cancerígenas.

Exemplos desse tratamento é a quimioterapia, terapia hormonal e terapia-alvo.

Terapia adjuvante e neoadjuvante: esses tratamentos são feitos depois, ou antes, da cirurgia.

Em casos onde a paciente faz a cirurgia e retira o tumor, mas ainda existem células que podem causar recidivas é feito quimioterapia, hormonioterapia ou terapia-alvo.

O nome desse tratamento pós-operação é terapia adjuvante.

Em outros casos, para facilitar a cirurgia, para que não seja muito invasiva, é feito quimioterapia, homonioterapia ou terapia-alvo para diminuir o tumor e facilitar a operação.

Esse pré-tratamento é chamado de terapia neoadjuvante.

A terapia-alvo, é um método novo que usa medicamentos com HER2/neu (que é uma proteína).

Alguns exemplos desses medicamentos são:

  • Trastuzumab
  • Pertuzumab
  • Lapatinib
  • Bevacizumab

CÂNCER DE MAMA TEM CURA?

outubro-rosa-a-cura-do-câncer-de-mama

Tudo dependerá do estagio em que o câncer de mama foi diagnosticado.

De acordo com isso o médico vai orientar o tratamento adequado, seja para curar um câncer ou para melhorar a vida da paciente, fazendo um tratamento paliativo.

Quando o tumor está localizado na mama, ou até mesmo nas axilas, mas sem atingir outros órgãos é feito o tratamento para curar a paciente.

Mas quando apresenta metástases espalhadas em outras áreas do corpo (ossos, pulmão, fígado etc.) é indicado tratamento paliativo, para que a paciente tenha uma melhor qualidade de vida.

A intensidade desse tratamento vai depender da extensão do tumor, quantos órgãos estão danificados e o tamanho das metástases.

É difícil dizer quando um câncer de mama está realmente curado, pois mesmo após o tratamento curativo pode haver recidiva.

Por esse motivo depois do tratamento é importante que a paciente faça o exame de mamografia todo ano e o mesmo é indicado para mulheres a partir dos 40 anos (mesmo que nunca tenha tido câncer de mama).

FICA SEQUELAS?

Receba dicas incríveis para ter um emagrecimento saudável. Pegue seu Ebook grátis

A maior sequela que o câncer de mama pode causar é a retirada da mama afetada, consequentemente pode interferir a autoestima da paciente, mas pode ser feito cirurgia reparadora.

Outra sequela física é quando o tumor se espalha para os gânglios linfáticos localizados na região da axila que são removidos, ocasionando dor, desconforto e diminuição da sensibilidade do braço.

COMO PREVENIR?

mamografia-câncer-de-mama

A prevenção do câncer de mama é dividida em duas fases: prevenção primária e prevenção secundária.

Prevenção primária: é feita quando a mulher nunca teve nenhum dos tipos de câncer de mama.

Através de mudanças de hábitos é possível diminuir as chances, mas tem que levar em conta fatores de riscos que não podem ser mudados, como a genética por exemplo.

Não tem a formula perfeita para prevenir o câncer de mama, mas algumas atitudes podem melhorar a qualidade de vida de uma forma geral e contribuir para prevenção.

Evitar a obesidade, diminuir ou parar com o tabagismo e alcoolismo, ter uma alimentação saudável evitando alimentos gordurosos e praticar exercícios físicos podem ajudar na prevenção.

Prevenção secundária: a prevenção secundária está relacionada a detecção de pequenos tumores (de até um centímetro) de forma precoce e o principal método para isso é a mamografia periódica, pois quanto mais sedo for diagnosticado mais chances de curar a paciente vai ter.

Com o autoexame a mulher consegue sentir tumores com tamanho a partir de 2 ou 3 centímetros, então a melhor forma de prevenção secundária, sem dúvidas, é a mamografia, mas sem deixar de fazer o autoexame.

O câncer de mama é um dos cânceres mais comuns entre as mulheres e mata milhares todos os anos.

Mesmo quem ainda não tem seus 40 anos deve buscar um médico, principalmente em caso de ter fatores de risco.

Se tiver gostado do assunto, não deixe de compartilhar nas suas redes sociais para que mais mulheres possam se conscientizar e buscar mais informações assim como você.

Summary
Review Date
Reviewed Item
Câncer de Mama tem Cura
Author Rating
51star1star1star1star1star
CHEGOU a minha vez de emagrecer com saúde

Sobre o autor | Website

Empreendedor Digital e escritor de artigos relacionados a saúde e emagrecimento, como o Blog Emagrecer e Perder Peso. Você mais leve... você feliz.

Receba dicas incríveis para ter um emagrecimento saudável. Pegue seu Ebook grátis

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.