dieta para emagrecer receitas para emagrecer Ricardo Sorren

Dieta ortomolecular para emagrecer – Cardápios e Mineralograma

Dieta ortomolecular para emagrecer – Cardápios e Mineralograma

A Dieta Ortomolecular: Como Funciona, Cardápio e Dicas

Certamente você ou alguma pessoa próxima já escutou sobre a dieta ortomolecular.

Esta dieta, que tem caído no gosto de diversas famosas, prega um equilíbrio entre nutrientes e minerais que, até então na história, não tínhamos. Mas então, como ela surgiu?

Ela surgiu em 1968 com o químico Linus Pauling, onde teve grande disseminação.

A dieta ortomolecular possui como objetivo o equilíbrio do organismo através da ingestão alimentar.

Ou seja, ela visa o equilíbrio dos elementos essenciais, como vitaminas, minerais, aminoácidos, etc.

Vale ressaltar também que o desequilíbrio pode ter tanto danos estéticos como físicos graves.

Ela tem como objetivo desintoxicar o organismo, livrando-o de substâncias como os radicais livres, que provocam envelhecimento e várias doenças.

Segundo a medicina ortomolecular, a vida corrida das pessoas na atualidade prejudica a ingestão adequada de:

  • vitaminas,
  • sais minerais
  • aminoácidos

Isso acaba prejudicando o equilíbrio do organismo, levando ao aumento de peso e ao surgimento de vários problemas como:

  • indisposição
  • depressão
  • falta de memória
  • osteoporose
  • doenças cardiovasculares
  • dentre outros

Isto vai desde uma queda de cabelo, uma pele ressecada, até uma baixa de imunidade, cansaço crônico e tendência a doenças.

É importante frisar que, em nenhum momento este método foi reconhecido como especialidade médica.

Talvez por se tratar apenas de uma estratégia que faz uso da química nutricional.

Além do mais, mesmo após todo este tempo de existência, muitos a chamam de charlatanismo.

Em 2010, a prática foi regulamentada pelo Conselho de Medicina e também estabeleceu que o mesmo não é área médica nem área de atuação. Ou seja, ela não é uma especialidade médica.

COMO FUNCIONA A DIETA ORTOMOLECULAR?

dieta-ortomolecular-para-emagrecer

Como dito anteriormente, a mesma prega o equilíbrio entre os elementos essenciais através da ingestão.

Este desequilíbrio pode ser tanto no déficit desses elementos essenciais, quanto o excesso.

Embora este excesso vitamínico e mineral possa ser facilmente expelido pela urina, nem todas as pessoas acreditam que é algo tão simples.

Além disso, o processo de filtragem dos rins, em longo prazo, pode ficar comprometida, não somente por essa filtragem, mas pelos excessos como um todo que o rim deverá filtrar.

Isto inclui a ingestão excessiva de refrigerantes, entre outros.

Para quem segue essa tendência, o corpo é visto como algo sistêmico.

Ou seja, se há algum desequilíbrio no corpo, este afetará um órgão, que por sua vez afetará outro e assim por diante.

Para descobrir este desequilíbrio, são feitos exames de sangue e urina.

O uso do método de mineralograma capilar é liberado somente em casos de intoxicação crônica por metais tóxicos.

DIETA ORTOMOLECULAR – O QUE É MINERALOGRAMA?

mineralograma-dieta-ortomolecular-para-emagrecer

Exame usado pelos médicos Ortomoleculares para determinar o nível de metais pesados no organismo.

É feito a partir de alguns fios de cabelo da região da nuca.

Quem deseja seguir essa dieta, deverá consultar um médico, que solicitará um mineralograma capilar, que é um exame feito nos fios de cabelo e um exame de sangue para constatar quais vitaminas e aminoácidos estão em falta.

Após analisar os resultados desses exames, o médico prescreverá fórmulas manipuladas para que haja equilíbrio no seu organismo.

Não são permitidos exames de rotina com este método.

O tratamento é extremamente individualizado, visto que se compreende a necessidade de cada indivíduo.

Como Fazer a Dieta Ortomolecular?

Esta é uma dieta que não possui um cardápio específico, cada pessoa precisa consultar um médico que a partir de exames físicos e laboratoriais elabora uma dieta com tudo o que a pessoa precisa.

Para trazer todos os benefícios e funcionar corretamente ela precisa ser seguida à risca, aliada à atividades físicas.

Substituições da dieta Ortomolecular

Seu médico pedirá para que vocês façam as seguintes substituições:

  • Alimentos industrializados por alimentos in natura
  • Carboidratos refinados por integrais
  • Leite e derivados integrais por desnatado

O QUE É PERMITIDO CONSUMIR E O QUE NÃO É EM UMA DIETA ORTOMOLECULAR?

dieta-ortomolecular-e-alimentação-planejada

São permitidas frutas e vegetais o mais natural possível. Ou seja, sem adição de agrotóxicos, pesticidas, fertilizadores, entre outros.

Frutas e verduras com grande quantidade de magnésio são bastante presentes na dieta ortomolecular.

A proteína animal também deve vir sem hormônios, o animal deve ter recebido uma alimentação saudável (Ração sem aditivos anabolizantes, hormônios, entre outros).

O que seria chamado de “frango orgânico “Há também a troca total da farinha branca pela integral”.

Apenas a farinha integral passa a ser admitida na alimentação.

A dieta ortomolecular não proíbe o consumo de grupos alimentares como carboidrato, gorduras e proteínas.

Entretanto, aprende-se a equilibrar os mesmos em uma alimentação.

Não raro é permitido o uso de suplementos alimentares.

O uso de etilenodiaminotetracético (EDTA) é liberado somente para a remoção de metais tóxicos do corpo após a comprovação com o exame específico (Mineralograma capilar).

Por outro lado, não é permitido o uso de:

  • álcool
  • leite de vaca
  • manteiga
  • margarina
  • carne vermelha
  • gema de ovo (Entretanto, a carne vermelha quando magra é liberada)
  • produtos industrializados, como caldos, sopas em sachês, fast-food, enlatados e sucos também não são permitidos

O uso de adoçante é permitido apenas para diabéticos. As frituras devem ser evitadas.

Há também as restrições absolutas: o uso de EDTA e procaína como antienvelhecimento, anticâncer e anti arteriosclerose e tratamento de doenças crônico-degenerativas.

Também não é liberado o uso de nenhum hormônio fora das deficiências comprovadas com exame anterior.

É muito importante que todos saibam que, se um médico praticante de ortomolecular utiliza HCG (Gonadotrofina Coriônica (glicoproteína hormonal produzida pelas células trofoblásticas sinciciais)

Receba dicas incríveis para ter um emagrecimento saudável. Pegue seu Ebook grátis

É o único hormônio exclusivo da gravidez, conferindo alta taxa de acurácia como diagnóstico de gestação, prescreve anabolizantes, utiliza mineralograma para detectar déficit de nutrientes e prescreve EDTA com outra finalidade que não a remoção de metais tóxicos, o mesmo está cometendo uma infração ética.

Não são permitidos como exames métodos laboratoriais sem comprovação científica, como biorressonância, microscopia óptica ou HLB.

LipoTurboX o inimigo número 1 da gordura localizada

Megadoses de vitaminas, proteínas, sais minerais e lipídios para a prevenção primária e secundária também não são permitidos.

É importante ressaltar que, estas são as liberações e restrições usadas na grande maioria dos casos.

A quantidade de calorias consumidas em um dia e quais alimentos e a sua respectiva quantidade, são determinados após estes exames.

Como dito anteriormente, é reconhecida a individualidade biológica do indivíduo, portanto, a necessidade calórica e os alimentos devem ser definidos individualmente.

VANTAGENS DA DIETA ORTOMOLECULAR

VANTAGENS-DA-DIETA-ORTOMOLECULAR

  • É uma dieta fácil de ser seguida, pois não possui restrição em nenhum grupo alimentar.
  • Alimentação é o mais natural possível
  • Exije o acompanhamento de um médico ou nutricionista. Então é sempre possível saber como está o seu progresso e a sua saúde de maneira bastante detalhada
  • Desenvolve hábitos alimentares saudáveis
  • É feita sob medida, uma vez que compreende a necessidade biológica individual

DESVANTAGENS DA DIETA ORTOMOLECULAR

DESVANTAGENS-DA-DIETA-ORTOMOLECULAR

  • O uso constante de suplementos. Este é um aspecto que deve ser cuidado, visto que, cerca de 80% das pessoas que utilizam suplementação não necessitam da mesma, apenas de uma boa alimentação.

Além disso, começam a serem comprovadas doenças renais ligadas ao excesso de suplementação e mau uso

  • A dieta é cara, pela necessidade dos produtos orgânicos na alimentação. Entretanto, vale ressaltar que produto orgânico não é sinônimo de sem agrotóxicos e pesticidas.

A legislação brasileira sobre os orgânicos é bastante clara ao afirmar que há uma quantidade máxima permitida.

Vegetais comestíveis da cor vermelha sem agrotóxicos e pesticidas não existem de nenhuma maneira.

Se alguém disser isso quando vende o produto, é mentira: são vegetais extremamente sensíveis à ataques de pestes.

  • Não é possível fazer refeições rápidas quando não há tempo de se cozinhar algo por estar na correria.

Por exemplo, trocar o almoço por um shake industrializado ou por comida congelada industrializada, fast-food, entre outros.

  • Dificuldade em seguir caso more com a família: como a dieta ortomolecular é extremamente individualizada, em vários dias podem ser necessárias duas refeições: uma para a família, e outra para si.
  • Ainda por ser extremamente individualizada, pode não ocorrer o apoio da família e amigos pela alimentação se diferir muito do padrão de alimentação atual.
  • Não é uma especialidade médica, abrindo espaço para charlatanismos.
  • Embora muitos de seus princípios tenham respaldo científico, muitos de seus aspectos não foram estudados e não se conhece seu impacto a longo prazo

EXEMPLOS DE CARDÁPIOS DA DIETA ORTOMOLECULAR

dieta-ortomolecular-para-manter-a-forma

Para encerrar trazemos os exemplos abaixo.

Vale ressaltar que estes cardápios vêm de sites da internet e estão aqui apenas como exemplo.

A dieta ortomolecular é extremamente individualizada e, portanto, os cardápios aqui mostrados podem não ser o correto para você.

Foram selecionados dois exemplos de cardápios para que se possa ter uma noção de como é a dieta ortomolecular.

Caso queira começar uma dieta, procure um médico ou  nutricionista.

Em jejum

Gelatina hidrolisada em pó e sem sabor batida com mate (sem açúcar nem adoçante).

Essa gelatina (à venda em casas de produtos naturais) estimula o organismo a produzir mais colágeno, substância importante para combater a flacidez.

Café da manhã

Papaia com granola e queijo-de-minas em cubos

Café puro (uma vez ou outra, mistura leite integral)

Pão integral torrado

3 cápsulas manipuladas (de vitamina C, E e óleo de prímula)

Almoço

Salada de alface, tomate, rúcula e clara de ovo cozida e temperada com sal e azeite extravirgem

Filé de frango ou peixe assado, cozido ou grelhado (carne vermelha só uma vez por semana)

Arroz integral (ou batata ou macarrão integral)

Fruta ( manga, abacaxi ou maçã)

Jantar

Sopa (de alho-poró, abóbora com gengibre e de inhame são suas preferidas – veja as receitas) ou salada de folhas verdes, legumes e atum (ou frango desfiado ou queijo-de-minas)

Esta é uma dieta de 1200 calorias

dieta-ortomolecular-para-eliminar-5kg

Café da manhã

Opção 1: Shake (1 copo de leite de soja ou de amêndoa + 1 col./sopa de aveia + 1/2 papaia +  1/2 banana + 1 col./sobremesa de mel.

Opção 2: 1 fruta (pera, maçã, goiaba, figo) + 1 fatia de pão integral com mix de grãos + 1 col. (sobremesa) de cottage e 1/2 col. (sobremesa) de geleia de frutas sem açúcar ou adoçante + 1 xíc. (chá) de chá verde (adoce com mel ou estévia).

Opção 3: 1 taça de frutas picadas (maçã, pera, figo e banana) com 1/2 xíc. (chá) de leite de soja ou de amêndoa + 1/2 xíc. (chá) de aveia e 1 col. (sobremesa) de mel + 1 xíc. (chá) de chá verde.

Opção 4: Müesli suíço (1 maçã ralada com casca + 1 col./sobremesa de aveia + 1 col./sobremesa de nozes ou amêndoas cruas + 1 col. (chá) de mel + 2 col./sobremesa de iogurte natural desnatado e suco de 1 laranja-lima) + 1 xíc. (chá) de chá verde.

Opção 5: Omelete de 2 claras, 1 gema, sal marinho e salsa à vontade (use uma frigideira sem óleo e abafe com uma tampa por 7 minutos) + 1 taça de frutas picadas (maçã, pera, mamão) com suco de 1 laranja-lima + 1 xic. (chá) de chá verde.

Opção 6: Mingau (cozinhe 3 col./sopa de aveia em flocos com 1 xíc./chá de leite de soja e canela em pó). Adoce com 1 col./sobremesa de mel e sirva com frutas vermelhas (morango, amora, framboesa) + pera ou maçã + 1 xic. (chá) de chá verde.

Lanche (manhã e tarde)

Opção 1: 1 fruta (maçã, pera, goiaba vermelha, caqui) e 10 amêndoas cruas (ou castanhas-do-pará).

Opção 2: 1 copo (300 ml) de suco antioxidante (bata 1 maçã, 2 cenouras, 1 talo de salsão, 1 pedaço pequeno de gengibre com 1 copo de água mineral e coe).

Almoço

Opção 1: Salada de folhas verde-escuras (rúcula, agrião, scarola, couve-manteiga, almeirão) + legumes crus ralados (chuchu, abobrinha e abóbora) temperados com salsa e alecrim frescos batidos com azeite de oliva, limão e shoyu + 3 col. (sopa) de arroz integral + 2 col. (sopa) de soja em grão + 3 (col.) de couve-flor refogada.

Opção 2: Omelete de champignon + salada de folhas verde-escuras temperada com alecrim, manjericão, salsa e hortelã batidos com azeite de oliva, limão e shoyu + 3 col. (sopa) de arroz integral.

Opção 3: Salada mista (4 col./sopa de brócolis – flor e talo – cozido no vapor + 1/2 xíc. (chá) de salsa, 2 tomates, 1 pepino em cubos e 2 col./sopa de atum conservado em água temperados com 1 pedacinho de gengibre batido com azeite de oliva, alho, limão e shoyu) + 3 col. (sopa) de arroz integral + 2 col. (sopa) de feijão.

Opção 4: Frango com ervas aromáticas + salada de folhas verde-escuras temperada com azeite de oliva, sal e limão.

Opção 5: Salada de folhas verde-escuras temperada com semente de mostarda batida com azeite de oliva e vinagre balsâmico (ou limão) + 1 prato (raso) de carpaccio de carne + 1 fatia de pão de centeio.

Opção 6: 1 filé de badejo assado com azeite e ervas frescas + 3 col. (sopa) de arroz integral + 2 col. (sopa) de espinafre refogado com azeite, cebola, alho e sal (ou shoyu).

Jantar

Opção 1: Sopa de agrião + 1 filé pequeno de alcatra grelhada + 1 caqui.

Opção 2: 1 prato (raso) de espaguete ao pesto de manjericão + 1 prato (sobremesa) de legumes refogados + 1/2 banana-da-terra assada no forno com canela.

Opção 3: Consomê de vegetais com avei + salada mista (1 sardinha sem pele e sem espinho com salsão, maçã verde, erva-doce e cenoura cortados em cubinhos e temperados com limão, shoyo e mel).

Opção 4: Sashimi (15 fatias finíssimas variadas de salmão, atum e robalo temperadas com shoyu, suco de laranja-lima, cebolinha e pedacinhos de gengibre) + 1 prato (sobremesa) de legumes (abobrinha, berinjela, cenoura, cebola) grelhados + 1 prato (sopa) de missoshiro (missô dissolvido em água quente com cebolinha picada e tofu em cubos).

Opção 5: Salada de triguilho cozido com cenoura e abobrinha raladas e rúcula temperada com shoyu, sal e azeite + 1 prato (raso) de nhoque de ricota com molho de tomate e polvilhado com queijo parmesão.

Opção 6: 1 filé grande de salmão grelhado + 3 col. (sopa) de couve-manteiga crua em tirinhas temperada com azeite, limão e shoyu + 1 prato (sobremesa) de abóbora japonesa cozida com casca e temperada com azeite, limão, sal e salsa.

dieta-ortomolecular-infografo

Sobre o autor | Website

Empreendedor Digital e escritor de artigos relacionados a saúde e emagrecimento, como o Blog Emagrecer e Perder Peso. Você mais leve... você feliz.

Receba dicas incríveis para ter um emagrecimento saudável. Pegue seu Ebook grátis

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.