Saúde Ricardo Sorren

Medicina natural ou naturopatia: Conceitos e métodos usados

Medicina natural ou naturopatia: Conceitos e métodos usados

Medicina natural é também conhecida como medicina alternativa e naturopatia.

É uma forma de medicina que faz uso de componentes da natureza, de terapias tradicionais, terapias manuais, terapias naturais, remédios naturais entre outros.

A medicina natural (também chamada de naturopatia) é uma terapia complementar, que enfatiza a capacidade intrínseca do corpo para curar-se e manter-se.

Naturopatas utilizam recursos naturais como ervas e alimentos ao invés de fármacos sintéticos e cirurgias. Segundo a Wikipédia, a enciclopédia livre.

Enquanto a medicina convencional manipula e desenvolve remédios (fármacos) para:

  • evitar
  • tratar 
  • curar doenças,

Inclui procedimentos invasivos, como cirurgias de grande porte, a medicina alternativa visa usar meios naturais de se chegar a esse objetivo.

São vários os métodos usados para tratar da saúde que se caracterizam como medicina natural.

Neste artigo você vai conhecer um pouco sobre algumas delas e ficar sabendo sobre esse meio de evitar, tratar e curar doenças, bem como os benefícios e possíveis riscos entre outras informações.

Esse é um assunto bastante extenso e com vários ganchos.

Mas vou tentar passar o máximo de informação indispensável a respeito, para que você tenha as suas dúvidas, ou pelo menos, parte delas sanadas.

Para começar a destrinchar esse assunto, vamos iniciar pela história, pelo surgimento desse termo:

  • Medicina natural

História e conceitos da medicina natural

história-e-conceitos-da-medicina-natural

A medicina natural (ou alternativa) existe há muito tempo, desde antes do surgimento e evolução da medicina convencional.

Os antigos egípcios e outras civilizações já faziam uso dela.

Através do uso de substâncias naturais, das ervas, chás, emplastos e outros métodos, as pessoas da antiguidade tinham suas doenças tratadas e curadas.

Mas não existia um conhecimento cientifico aprofundado para diagnosticar as causas e consequências de uma doença.

Cada nação do mundo tinha crenças diferentes sobre as doenças.

Os Europeus do século V até o século XV, por exemplo, achavam que as doenças eram fruto do pecado das pessoas.

A partir do século 19 houve uma evolução na medicina, muitas descobertas foram feitas, como a descoberta da penicilina feita pelo Alexander Fleming.

A partir de então surgiu a medicina atual que conhecemos como medicina convencional.

Ela passou a ofuscar a medicina natural e ser a principal forma de se tratar de doenças, mas de uns tempos para cá a medicina alternativa tem tomado o seu lugar.

Hoje ela tem sido vista como uma medicina complementar e já existem pesquisas que comprovem a eficácia da medicina natural, mas ainda não é o suficiente.

A medicina natural vale-se do uso da natureza externa e interna para trazer o bem estar.

A natureza externa se refere a tudo o que encontramos na natureza, até mesmo água, fogo, terra e ar.

A natureza interna se refere aos diferentes níveis do ser humano, tal como:

  • sentimentos
  • emoções
  • pensamentos

Tudo é visto de forma integrada para alcançar o equilíbrio.

A visão que um naturopata tem de um paciente é a seguinte:

  • uma pessoa doente;

A visão de um médico convencional é:

  • a doença do paciente.

Isso significa que o médico convencional busca resolver a doença de forma separada, o que pode gerar efeitos colaterais, como é o caso da maioria dos medicamentos atuais.

medicina natural busca tratar o paciente como um todo para resolver a doença e as causas dela.

No entanto muito dos meios naturais de se tratar uma doença não tem embasamento científico ou foi comprovado cientificamente que não funciona.

Podemos afirmar que uma medicina complementa a outra, até porque muitos dos medicamentos atuais possuem extratos de substâncias encontradas na biodiversidade do planeta.

Formas de medicina natural

medicina-natural-naturopatia

A medicina alternativa é composta pelos métodos não convencionais da medicina.

Sendo assim, existe um enorme leque de opções e variantes de tratamentos.

Alguns com comprovações científicas de sua eficácia outros não.

Vamos conhecer alguns deles:

Medicina tradicional chinesa: é fundamentada em uma estrutura teórica e abrangente, de natureza filosófica.

Baseando-se no reconhecimento das leis fundamentais que governam o funcionamento do organismo humano.

Sua interação com o meio ambiente segundo os ciclos naturais.

Procura-se aplicar esta abordagem tanto no tratamento de doenças como na manutenção da saúde através de vários métodos.

O diagnóstico de uma doença é feito pelo apalpar, cheirar, ouvir, perguntar, observar a língua e fazer o exame do pulso.

É uma prática que demora anos para que se tenha total conhecimento de como executa-la.

Os principais métodos de tratamento da medicina tradicional chinesa são:

  • Fitoterapia chinesa;
  • Tuína ou tui ná (massagem e osteopatia chinesa);
  • Dietoterapia chinesa (terapia alimentar chinesa);
  • Auriculoterapia (tratamento pela orelha);
  • Moxabustão;
  • Ventosaterapia.

Os métodos preventivos para a manutenção da saúde é a pratica de exercícios de respiração.

Medicina ayurvédica: é uma forma terapêutica da medicina hindu considerada a mais antiga, pois possui mais de 5000 mil anos.

É fundamentada pela busca do equilíbrio do corpo e mente através de plantas medicinais, dietas, aromas e massagens com óleos.

Acredita-se que as doenças são causadas pelo desequilíbrio de três humores biológicos (ou doshas): o Vata, o Kapha e o Pitta.

Vata é representado pelo ar, suas características: seco, frio, sutil, agitado e é sempre relacionado com a dor.

As pessoas com essa constituição apresentam características como ansiedade, tremores, gases, prisão de ventre, tonteira, dores de cabeça e insônia.

Costumam ser magra, ter ombros estreitos, pele e cabelos secos.

A alimentação deve ser energética, mas de fácil digestão.

Kapha é representado pela água, sendo úmido, frio, pesado e está relacionado ao inchaço.

A pessoa Kapha vive cansada, costuma ter semblante pálido, apresenta calafrios, sonolência e tosse, tem excelente memoria e sua alimentação deve ser à base de grãos, raízes e frutas.

O Pitta é representado pelo fogo e costuma sentir muita fome e sede, acidez gástrica, apresenta infecções e inflamações com facilidade.

Tem sudorese abundante, tem apurado senso crítico e gosta de enfrentar desafios.

A alimentação deve ser composta por vegetais crus, e a carne deve ser utilizada com moderação.

Medicina homeopática: consiste em tratar uma doença com substâncias que provoquem sintomas da doença.

É baseada na cura pelo semelhante e foi criada por Samuel Hahnemann.

Aqui no Brasil se fala em homeopatia desde 1818, mas só passou a constar no Conselho de Especialidades Médicas da Associação Médica Brasileira em 1990.

Aromaterapia: é a arte e ciência de usar óleos essenciais para promover ou restabelecer a saúde e o bem estar físico, mental e emocional.

É fundamentada no conhecimento de várias culturas desde tempos remotos e atingiu novos níveis com os resultados que estão sendo obtidos com as investigações na área aromacológica.

O foco do tratamento aromaterápico é tanto na área física, cuidado de desordens menstruais, problemas digestivos, como também na área psicológica, tratando insônia, ansiedade e depressão.

Fitoterapia: é a terapia baseada no uso de plantas para cuidar da saúde.

São tão eficazes quanto os medicamentos fabricados pelas empresas farmacêuticas.

Mas vale lembrar que as plantas assim como os medicamentos devem ser usadas de forma moderada.

O consumo em excesso pode ter efeitos colaterais gravíssimos ou até mesmo, fatais.

O correto é procurar um medico com formação em fitoterapia para te orientar corretamente.

Esses foram alguns exemplos de práticas de medicina natural, mas existem muitas outras:

  • Medicina ortomolecular;
  • Medicina antroposófica;
  • Medicina biocatalítica;
  • Medicina anti-homotóxica de Rckeweg;
  • Acupuntura;
  • Eletroacupuntura;
  • Reflexologia;
  • Pilates;
  • Rolfing;
  • Drenagem linfática;
  • Termoterapia;
  • Crioterapia;
  • Dermosense – neuromassagem;
  • Katapateo;
  • Shiatsu;
  • Mesoterapia;
  • Colonterapia;
  • Entre outros.

Benefícios da medicina natural para a saúde

Medicina-natural-ou-naturopatia

Apesar de poucos estudos e comprovações cientificas a busca pela medicina alternativa tem crescido e de fato pessoas tem se beneficiado e buscado mais conhecimentos nessa área.

De uma forma resumida vou fazer uma comparação entre a medicina convencional e a medicina Natural.

Medicina convencional: trata a consequência.

Medicina natural: trata a causa.

Medicina convencional: terapia segmentada e setorizada.

Medicina natural: terapias associativas e complementares.

Medicina convencional: regiões e funções do corpo.

Medicina natural: corpo, mente e emocional.

Medicina convencional: biologia, química e medicina.

Medicina natural: energia, equilíbrio e física quântica.

Após analisarmos as diferenças entre cada tipo de medicina, podemos entender melhor o porquê dos benefícios da medicina alternativa, que são:

  • Redução da toxidade provocada por uma alimentação irregular, medicamentos, meio ambientes e radicais livres;
  • Melhora o estado geral do organismo sem deteriorar os órgãos, removendo os bloqueios que afetam o bom funcionamento dos mesmos;
  • Melhora as condições de vida do paciente através de uma alimentação equilibrada;
  • Trata a pessoa como um todo e não de forma fragmentado;
  • Os tratamentos são isentos de efeitos colaterais;
  • Reestabelece a qualidade de vida;
  • Os produtos naturais não mascaram a doença.

Porém, para ter esses benefícios é importante que o paciente faça uso consciente dos produtos naturais e métodos não convencionais, pois o excesso, em qualquer área que seja, faz mal.

O que difere um remédio de um veneno é a dosagem. Informe-se!

Riscos da medicina natural para a saúde

riscos-da-medicina-natural-para-a-saúde

Apesar dos benefícios que podem ser obtidos com os métodos tradicionais (medicina natural) é preciso ter cautela.

Muitas substâncias naturais ainda não tem comprovação cientifica da sua eficácia e podem também interagir de forma negativa com medicamentos convencionais.

Por esse motivo, existe sim a possibilidade do paciente ter reações adversas, seja por uso indiscriminado ou pelo uso de medicamentos naturais com medicamentos convencionais sem a orientação de um profissional habilitado.

Essas reações adversas podem ser brandas, graves ou fatais.

Nem todo remédio natural é bom para todas as pessoas o tempo todo.

Busque se informar e procure um médico que tenha conhecimento na área da medicina natural para que possa obter resultados benéficos sem colocar sua vida em risco.

Como usar a medicina natural

como-usar-a-medicina-natural

O primeiro passo é buscar informações e estudos a respeito do método que deseja usar.

Procure conversar com seu médico e saber a opinião dele e como seria complementar o tratamento convencional com o alternativo.

Depois procure profissionais responsáveis e habilitados para fornecer a você um método de medicina natural de qualidade e que realmente venha fazer efeitos positivos para você.

Outra coisa importante é a alimentação e prática de esportes, eles fazem parte na medicina natural e tem resultados comprovados e sempre há novos estudos sobre esses assuntos.

Ambos trazem uma melhor qualidade de vida e melhora no nosso organismo, basta ter uma orientação adequada.

Comprovação científica da eficácia da medicina alternativa

O termo medicina alternativa ou terapia alternativa é comumente usado para descrever práticas médicas diversas da medicina prioritariamente baseada em evidência.

Ela difere também das medicinas antigas baseadas em tradição. Segundo Wikipédia, a enciclopédia livre.

De fato algumas substâncias usadas pela população possuem pesquisas que comprovem seus benefícios, que muitas vezes são os mesmos conhecidos popularmente.

Em uma pesquisa feita nos Estados Unidos para analisar se realmente os efeitos de certos remédios naturais eram os mesmos que os pacientes falavam, reuniram um grupo de:

  • 10 pessoas
  • 8 mulheres 
  • 2 homens 

Perguntaram quais eram os remédios naturais que usavam, para que serviam, onde conseguiam e se tinha o resultado esperado.

Então os pesquisadores analisaram todos esses remédios citados pelos pacientes e chegaram ao seguinte resultado:

Nome cientifico 

Nome popular

Indicação

Popular

Indicações

Cientificas

Intestino Funcional e o alívio da dor de barriga Quero meu intestino funcionando e me livrar do desconforto abdominal
Cynara scolmus L.

Alcachofra

Fígado

Digestiva

Diurética

Distúrbios hepáticos

Rosmarimus officinalis L.

Alecrim

Calmante

Calmante

Carminativas

Digestivo

Allium sativum L.

Alho

Colesterol

Hipertensão arterial

Redução dos níveis de colesterol e triglicérides

Antigripal

Solidago chilensis Meyen

Arnica

Rinite

Contusões

Reumatismos

Traumatismos

Plectranthus barbatus Andrews

Boldo

Nervos

Estomago

Coração

Anti-hipertensivo

Digestivo

Auxiliar na atividade cardiovascular

Matenus ilicifolia Mart.

Cancorosa

Dor de estômago

Distúrbios digestivos

Diurético

Antitumoral

Analgésico

Equisetum giganteum L.

Cavalinha

Dor

Machucadura

Gripe

Problemas renais

Antiviral

Grandiflorus (C.&.S.)

Chapéu de couro

Dor

Limpa o sangue

Faz bem à saúde

Depurativo do sangue

Diurético

Antirreumática

Cymbopogom citratus (DC) Stapf

Erva-cidreira

Calmante

Calmante

Antiespasmódica

Analgésica

Citrus sinensis ( L.) Osbeck Folha de Laranjeira

Nervosismo

Calmante

Febrífugo

Problemas digestivos

Campomanesia xanthocarpa Berg.

Guavirova

Colesterol

Hipocolesteremiante

Hipoglicemiante

Emagrecedor

Mikania glomerata Spreng. Guaco

Sono

Gripe

Broncodilatador

Expectorante

Antiasmático

Sphagneticola trilobata (L.) Pruski

Insulina da Horta

Glicose alterada

Não encontrado

Achyrocline satureioides (Lam.) DC

Macela

Dor de cabeça

Vômito

Analgésico

Sedativo

Antiespasmódico

Coronopus didymus (L.) Sm Mentruz

Rinite

Infecção respiratória

Expectorante

Bronquite

Smilax sp.

Salsaparrilha

Dor lombar

Antirreumático

Antitérmico

Diurético

Senna occidentalis (L.) Link. Sene

Diurético

Prisão de ventre

Purgativo

Laxativo

Fazendo uma análise desses dados é possível perceber que:

17 remédios naturais 15 delas apresentaram indicações terapêuticas populares semelhante as indicações cientificas.

Apesar do resultado satisfatório, vale lembrar que nem todos os remédios tiveram uma indicação popular compatível com as indicações cientificas.

O que significa que muito do que é dito popularmente pode estar equivocado e precisa ter um estudo a respeito.

A medicina natural é a mais antiga maneira de cuidar da saúde, mas ainda precisa ser estudada e aprofunda para termos mais segurança ao utiliza-la.

Se você usa algum método não convencional para tratar da sua saúde conte para nós e compartilha este artigo com seus amigos.

Sobre o autor | Website

Empreendedor Digital e escritor de artigos relacionados a saúde e emagrecimento, como o Blog Emagrecer e Perder Peso. Você mais leve... você feliz.

Receba dicas incríveis para ter um emagrecimento saudável. Pegue seu Ebook grátis

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.